O indecifrável Disco de Festo

Por Andrés Calil em 16 de Junho/2020 às 16:43

Por volta de 1908 o arqueólogo italiano Luigi Pernier encontrou em um disco de pedra com inscrições entalhadas. Por ter sido encontrado nas ruínas do Palácio Minoico de Festo, ao sul de Creta, recebeu o nome de Disco de Festo.

Porém, quando ele e sua equipe foram traduzir as suas inscrições, perceberam que elas não condiziam com nenhuma linguagem minoica e, posteriormente, com nenhum idioma conhecido.

Dessa forma, apesar de ser chamado de Disco de Festo, existe a possibilidade que ele não tenha sido produzido pela civilização Minoica, e sim apenas levado para lá. 

Um pouco sobre a civilização Minoica

Os minoanos foi um povo cujo principal destaque se encontrava na arte e que viveu na ilha de Creta entre 3.000 e 1.400 AC. Contudo, constantes erupções vulcânicas na região enfraqueceram cada vez mais a população até que ela acabou sendo completamente incorporada pelo povo que vivia na Grécia, os Micênicos.
Todavia um de seus maiores e mais famosos reis, Minos, é responsável pela criação do Minotauro, pelo menos dentro da mitologia local. Dele você já deve ter ouvido falar.

Traduzindo o disco

Abaixo você vê em detalhes todos os hieroglifos do disco, caso queira tentar entender o que está escrito.

Nos anos 70, um professor universitário carioca alegou ter conseguido traduzir o disco, porém sua tradução nunca foi aceita pela academia. Segundo ele, no disco está inscrito:

"Eu sou o senhor todo poderoso, supremo arquiteto universal, onisciente, onipresente e onipotente, criei os céus, a terra, o mar e tudo que neles há e conservo a verdade para sempre, para todos os povos, nações, raças e tribos dos meus domínios"

E aí? Parece que é isso que está escrito no disco? Tenho a impressão que concordo com a academia.

O Machado de Arcalochóri



Encontrado em 1934 dentro de uma caverna de Creta, esse machado duplo possui hieroglifos similares ao do disco. Acredita-se que era utilizado em rituais religiosos.

A similaridade da escrita faz com que alguns estudiosos acreditem que tanto o disco quanto o machado foram feitos pelos minoanos, embora outros acreditem que os dois artefatos podem ter vindo de fora da ilha.

E com toda a certeza deve ter algum lunático que crê que vieram do espaço.


Mais em Tudo Sobre Nada

© 2020MePixa! - Todos os direitos reservados - Política de Privacidade