30 curiosidades sobre Star Wars

Por Andrés Calil em 04 de Maio/2020 às 13:16

Eu sei, os últimos filmes foram extremamente decepcionantes. Entretanto Star Wars ainda é e sempre será uma das maiores séries do cinema de todos os tempos, tendo inclusive um dia oficial a ser celebrado!

04 de Maio é considerado o “Dia de Star Wars” por um trocadilho que, na verdade, só faz sentido em inglês. Dessa forma temos a icônica frase “May the Force be with you” (que a força esteja com você, em português) sendo substituída por “May the Fourth be with you”, que no caso significaria “O quarto (dia) de maio esteja com você“.



Mas, antes de ler essas curiosidades, que tal responder ao nosso Quiz sem ter absorvido as colinhas abaixo? Clique aqui para responder 20 perguntas sobre a trilogia clássica de Star Wars!

1 – Como poderia ter sido?

1.1 – Luke Skywalker nos primeiros esboços seria uma mulher. Em seguida, talvez por influência de “O Senhor dos Anéis“, Lucas decidiu que ele seria um anão… Não contente, Luke passou a ser um general de 60 anos e só então é que ele tomou a forma que conhecemos. Seu nome a princípio seria Luke Starkiller, e o filme se chamaria “As Aventuras de StarKiller – Episódio I: Guerra nas Estrelas“.

A Dark Horse Comics chegou a lançar uma série de HQs com o Luke como um general sessentão e o Solo como alienígena!

1.2 – Enquanto isso, Han Solo a princípio seria um alienígena! Sua concepção era um monstro verde com brânquias no lugar do nariz.

1.3 – A Irmã de Luke não era pra ser Leia Organa. De acordo com o primeiro roteiro de O Império Contra-Ataca, quando Yoda diz “não, existe outro”, ele se referia à Nellith Skywalker, também irmã de Luke. E quem revelaria ela seria o fantasma de Anakin, que por sua vez seria o Darth Vader. Nellith estaria em outra parte da galáxia sendo treinada por um outro mentor.

1.4 – A princípio Darth Vader, que foi o primeiro personagem criado por George Lucas, seria um caçador de recompensas e não um Sith.

Darth Vader e Boba Fett seriam irmãos nos primeiros esboços

1.5 – Posteriormente Lucas criou o Boba Fett como irmão de Vader. Contudo ele mudou de ideia por considerar muito piegas. Joe Johnston, diretor de Capitão América: O Primeiro Vingador foi quem criou o primeiro rascunho do visual do personagem.

1.6 – O Retorno de Jedi se chamava A Vingança de Jedi. O nome foi trocado porque vingança é algo que não combina com um Jedi.

1.7 – Kurt Russell, Nick Nolte, Christopher Walken, Jack Nicholson, Al Pacino, Chevy Chase, Steve Martin e Bill Murray foram chamados para interpretar Han Solo antes de Harrison Ford, entretanto recusaram o papel.

Já imaginou um Han Solo usando a Millennium Falcon para procurar as férias espaciais perfeitas enquanto enfrenta fantasmas?

2 – Curiosidades de Bastidores

Se os roteiros e escolhas de atores poderiam ter mudado todo o rumo da saga, pequenos detalhes dos bastidores também!

2.1 – Alec Guiness, o ator que interpretou Obi-Wan na trilogia original não gostava de Star Wars. Nesse sentido ele dizia que o filme era “um conto de fadas de má qualidade“. Ainda mais, foi ele quem convenceu George Lucas a matar seu personagem no primeiro filme, mal sabendo que ia virar um fantasma para voltar nas sequências!

Alec Guiness e George Lucas durante as gravações na Tunísia

2.2 – Peter Cushing, que interpretou o Governador da Estrela da Morte, Moff Tarkin, achava muito desconfortável usar botas e, por isso, usava pantufas em todas as cenas que seus pés não apareciam!

Pantufinhas de Tarkin expostas em um museu de Star Wars

2.3 – O som da respiração do Darth Vader foi criado por Ben Blunt, que gravou sua própria respiração, através de um microfone no bocal de um respirador, enquanto mergulhava.

2.4 – Durante a produção do filme “American Graffiti” (Loucura de Verão aqui no Brasil), o editor de som pediu a George Lucas o “Rolo 2, Diálogo 2” de forma abreviada: “Me passa o R2D2″. Lucas gostou tanto da fonética que batizou seu robozinho com esse nome!

O rolo de American Graffiti que deu origem ao nome de R2D2

Interrompemos a programação apresentar algumas polêmicas:

2.5 – Em uma entrevista realizada por Carrie Fisher (Princesa Leia), ela dá a Daisy Ridley (Rey) o seguinte conselho:

As pessoas terão fantasias com você. Isso vai te deixar desconfortável, eu imagino. Ouça: eu não sou um símbolo sexual, isso é a opinião de algumas pessoas, que eu não compartilho. Você quer um conselho? Você deve lutar pelo seu figurino. Não seja uma escrava como eu fui. Lute contra a roupa de escrava!

2.6 – Apesar de se referir na passagem acima à roupa de escrava que teve que utilizar em O Retorno de Jedi, em uma outra entrevista Fisher diz que matar Jabba foi o momento mais divertido de sua atuação. Vingança por ele vesti-la daquela forma?

2.7 – Seja como for, após adquirir a franquia, a Disney removeu essa vestimenta do mercado. Não existem brinquedos e nenhum artista oficial pode ilustrá-la dessa forma, fantasias também foram retiradas do mercado.

2.8 – A transformação de Leia em irmã do Luke também virou polêmica ao passo que indignou Irvin Kershner, diretor de O Império Contra-Ataca. Em suas palavras “Eu não sabia que estava dirigindo um beijo entre dois irmãos!“, se referindo ao beijo “incestuoso” entre os personagens.

Continuamos com a programação normal

2.9 – John Boyega (Finn) ficou tão preocupado em não vazar informações sobre o roteiro de Star Wars que sua própria família só ficou sabendo que ele estava no filme quando o viu no primeiro trailer.

2.10 – Mark Hamill sofreu um acidente de carro entre a gravação dos episódios IV e V que lhe rendeu uma cicatriz no rosto. Como resultado ele é atacado por um monstro chamado Wampa no início do filme, fazendo com que Luke tenha a mesma cicatriz.

2.11 – A frase “Eu tenho um mau pressentimento sobre isso” é dita em todos os filmes da saga. Mas ela não é a única coisa recorrente: O número 1138 também aparece em todos, e é uma referência ao robô THX-1138, do primeiro filme que Lucas dirigiu em sua carreira.

Quase sempre que George Lucas precisa colocar números, ele opta por 1138

3 – Curiosidades nas entrelinhas do roteiro

3.1 – O livro intitulado Star Wars: From a Certain Point of View, que é canônico revela que Yoda tinha a intenção de treinar Leia, e não Luke. Em suma ele acreditava que Luke era tão agressivo e impaciente quanto seu pai (Anakin/Vader) e acabaria tendo o mesmo fim.

3.2 – Apesar de Leia ter basicamente tanta Força quanto Luke, ela decide não treinar para se tornar uma Jedi, pois prefere dedicar sua vida à política. Essa informação consta no, também canônico, livro Legado de Sangue.

4.3 – O General Grievous não é um robô, ele na verdade pertencia à raça Kaleesh, mas foi alterando seu corpo para que ele pudesse rivalizar um guerreiro Jedi em combate.

General Grievous ao lado de esboços de como os Kaleesh seriam

4.4 – O Conde Dookan só tem esse nome em países em que se fala português. O nome original é Conde Dooku. Acho que você já percebeu porque mudaram seu nome, né?

4.5 – A raça do Yoda é desconhecida. Não existe nenhuma menção sobre o nome da raça nem informações sobre ela em nenhum livro ou filme.

4 – Referências externas

4.1 – Primeiramente o visual dos Storm Troopers é inspirado nas armaduras dos guerreiros teutônicos do filme Alexander Nevsky de 1939.

Guerreiros teutônicos

4.2 – Assim como a aparência de C3-PO é inspirada (copiadaaa) no androide do filme alemão Metropolis de 1927.

4.3 – Seja como for, a palavra Jedi vem de “jidaigeki” palavra que os japoneses usam para designar dramas que se passam nos tempos dos samurais.

4.4 – Todavia Vader, de Darth Vader, é “pai” em holandês. Será que a Holanda tomou spoiler antes de todo mundo?

4.5 – Além disso o Cabelo icônico de Leia Organa é inspirado em Clara de La Rocha, uma espécie de “Maria Bonita”, revolucionária mexicana.

4.7 – Ainda mais: há uma versão disco da música de Star Wars:

4.8 – Contudo ela não se compara nem de longe com o funk brasileiro intitulado “Melô do Star Wars”: Solta os X-Wing!

4.9 – Todos os filmes de Star Wars, inclusive o Episódio IX, lançado ano passado e Rogue One estão disponíveis na Amazon Prime!

Curiosidade Extra: O Star Wars Kid!

Fãs do garoto adicionaram efeitos especiais ao vídeo!

Em 2002 um vídeo vazado viralizou: O Star Wars Kid, um garoto chamado Ghyslain Raza brincando com um bastão. Foi um dos primeiros casos de Cyber Bulling da história, o que deixou o garoto tão mau que teve que procurar ajuda psicológica. Houve uma petição na Internet para que ele participasse do Episódio III, mas apesar de mais de 140 mil assinaturas, George Lucas disse não. Triste.


Mais em Tudo Sobre Nada

© 2020MePixa! - Todos os direitos reservados - Política de Privacidade