1

Não suporto mais você longe de mim
Quero até morrer do que viver assim
Só quero que você me aqueça nesse inverno
E que o papai vá pro inferno
E que tudo mais vá pro inferno
E entre debaixo do meu terno
Sai desse quinto dos infernos

2

Não era belo mas mesmo assim
Havia mil garotas afim
Cantava Help and Ticket To Ride
Oh! Hey Jude and Yeasterday
Oh! Penny Lane and Yeasterday
Oh! Lady Jane and Yesterday
Oh! Twist and Shout and Yeasterday

3

Dizem que ela existe pra ajudar
Dizem que ela existe pra proteger
Eu sei que ela pode te parar
Eu sei que ela pode te prender
Eu sei que ela pode te render
Eu sei que ela pode te matar
Eu sei que ela vai te bater

4

Vida louca, vida-ah
vida imensa
Ninguém vai nos perdoar
Não tem nada na dispensa
A barriga ta imensa
O futuro ta na prensa
Nosso crime não compensa

5

E selvaaaagem, Selvagem, Selvagem
Veja o sol dessa manhã tão cinza
A tempestade que chega é da cor dos teus olhos
Azuis
Vermelhos
Fechados
Castanhos

6

Tira a máscara que cobre o seu rosto
Se mostre e eu descubro se eu gosto
Se ficar bonita eu até posto
Do seu verdadeiro jeito de ser
Dos seus olhos, pode crer
Do que tem dentro do seu ser

7

O teu futuro é duvidoso
Eu vejo grana, eu vejo dor
No paraíso perigoso
Que abriu quando ela chegou
Que a palma da tua mão mostrou
No ponto onde quer chegar
No ponto que quer mudar

8

Foi numa festa, gelo e Cuba Libre
E na vitrola Whisky a Go Go
À meia luz o som do Johnny Rivers
Aquele tempo que você sonhou
Tocando B.B.King sem parar
Um abajur cor de carmim
Eu perguntava: Do You Wanna Dance?

9

Ela talvez tivesse nome e era Fátima
E de repente o vinho virou água
E a ferida não cicatrizou
E o limpo se sujou e no terceiro dia
Ninguém se assustou
Alguém ressuscitou
Ninguém ressuscitou
Alguém se assustou

10

O som das crianças brincando nas ruas
Como se fosse um quintal
A cerveja gelada na esquina
Esperando meu sinal
Como se espantasse o mal
Todas as ciências de baixa tecnologia
E a picanha ponto-mal

11

Reconheci
A Madonna ali parada no jardim
Não resisti,
fui perguntar o que ela achava de mim
Eu não sei falar inglês
I saw you saying that you say that you saw
E ela foi falar francês
I feel good because you put your butt on me
Ela não entende uma palavra que português

12

Uma noite longa
Pruma vida curta
Mas já não me importa
Vê se não vai demorar
Pra quem precisa chegar
Basta poder te ajudar
Ainda sei me virar

13

O meu bumbum era flácido
Mas esse assunto é tão místico
Devido ao ato cirúrgico
Hoje eu me transformei
Mas o porquê eu não sei
Com direito a replay
Ai, hoje eu sou um gay

14

Foi quando meu pai me disse filha
Você é a ovelha negra da família
Agora é hora de você...
fugir, e sumir
assumir, e sumir
sumir, e assumir
deitar, e mimir

15

Eu quis cantar
Minha canção iluminada de sol
Soltei os panos sobre os mastros no ar
Soltei os tigres e os leões nos quintais
Mas as pessoas na sala de jantar
São ocupadas em nascer e morrer
Ainda são as mesmas
Estão curtindo o nosso banquete
Vão comer até se cagar

16

O que você precisa
É de um retoque total
Vou transformar o seu rascunho
Em profissional
Até o final
Em arte final
Em bem contra o mal

17

Eu sou o seu sacrifício
A placa de contra-mão
O sangue no olhar do vampiro
E as juras de maldição
Sou raso, largo, profundo
E a cegueira da visão
Mas hoje eu vou lhe mostrar

18

Pela janela vejo fumaça, vejo pessoas
Na rua os carros, no céu o sol e a chuva
O telefone tocou
E fez valer o dia
Na mente fantasia
Naquela tarde vazia
E era a tia Abadia

19

Sentado no meu quarto, o tempo voa
Lá fora a vida passa e eu aqui à tôa
Eu já tentei de tudo mas não tenho remédio
Vou atirar-me desse prédio
Esse drama é muito médio
Pra fugir desse assédio
Pra livrar-me desse tédio

20

E eu que tinha até tatuado o nome dela
Eu pensava nela toda noite nesses dez anos
Que eu passei trancado naquela prisão
Essa foi demais
Isso não se faz
Ninguém vai acreditar
Ela roubou meu violão
Ela roubou o meu fusquinha (que tinha roda de maionese)
Ela roubou meu coração
Ela roubou meu caminhão

Ver meus resultados!